GRUPO

Cia dos Tortos

Videos

Release

Ficha Técnica

Paloma Natácia 

Pedro Fontana

Obras do grupo

Espetáculos teatrais: "Quem Não Tem Lona Pede Carona", "Mandrake", "Sizu, o Bárbaro", "VarieTortos", "Tempos de Circo","Ambulantes". Audiovisual: "Tortos News", "Sizu Sci-fi". 

Produtores

Paloma Natácia 

Currículo

A Cia dos Tortos começa a sua jornada no dia 15 de maio de 2013 com Paloma Natácia e Pedro Fontana. Essa dupla se conheceu durante a formação de Artes Cênicas na Universidade Estadual de Londrina e assim que ambos terminaram o curso começaram a trabalhar juntos buscando formas de pesquisar, interpretar e transformar a arte. Dentro do repertório dos Tortos já são realizadas montagens teatrais, intervenções artísticas, cursos, oficinas e workshops nas linguagens de teatro e palhaço para os mais variados perfis de público. Possuem os espetáculos clownescos “Sizu, o Bárbaro” (desde 2011), “Quem Não Tem Lona Pede Carona” (desde 2014), “Mandrake” (desde 2015), “O Grande Rabbit” (2016 a 2018), “Ambulante” (desde 2018) e Balupuá (desde 2018).

Em 2013 os Tortos iniciam um projeto chamado Experimentos em Locais Públicos (desde 2013), alternando a pesquisa da performance, teatro e palhaçaria em espaços públicos do cotidiano da grande São Paulo. Paloma Natácia traz para a Cia dos Tortos o seu trabalho solo de dança-teatro “Quer chá? Quer café?” concebido em 2012 durante o trabalho de conclusão do curso de Artes Cênicas da UEL. Pedro Fontana também associa à Cia dos Tortos seu solo de palhaço “Sizu, o Bárbaro” que foi concebido em 2011 durante o trabalho de conclusão do curso de Artes Cênicas da UEL. Ainda durante esse ano o solo “Sizu, o Bárbaro” foi apresentado no Teatro Pamplona (São Paulo - SP); convidado para fazer o encerramento no Theatro Municipal de São João da Boa Vista pelo VI Festival de Monólogos de São João da Boa Vista e Região (São João da Boa Vista – SP); convidado para fazer o encerramento no Clube do Violão do Tendal no Centro Cultural Tendal da Lapa (São Paulo - SP) e apresentou voluntariamente na Festa de Natal das Crianças do Grupo Assistencial Espírita Kazuma Tsue (Ferraz de Vasconcelos - SP).

No ano de 2014, Pedro Fontana participa como co-fundador, mestre de cerimônia e coordenador dos Encontros de Estudos da Palhaçaria (E.E.P.) fazendo a parceria da Cia dos Tortos com outros artistas e grupos de palhaçaria de São Paulo. O projeto é iniciado dentro do Circo Paratodos, da Cia Capadócia de Circo e Teatro, grupo do qual Pedro também fez parte, e estava montado na área externa da Funarte São Paulo. Também nesse ano os Tortos fazem sua primeira montagem “Quem Não Tem Lona Pede Carona” fazendo sua pré-estreia no Circo Paratodos montado na Funarte São Paulo (São Paulo – SP); estreia no Centro Cultural Tendal da Lapa (São Paulo – SP); duas apresentações no espaço independente “Galpão 101” da Próxima Companhia; apresentação na III Mostra Internacional Tropé – Circo, Bonecos e Teatro de Rua (Itapira – SP); uma apresentação voluntária no Dia das Crianças do Grupo Assistencial Espírita Kazuma Tsue (Ferraz de Vasconcelos - SP); duas apresentações voluntárias no Centro Social Maximilano Kolbi (São Bernardo do Campo – SP). Ainda em 2014 é organizado o “Palhapalooza 2014” onde Pedro Fontana foi produtor e mestre de cerimônia do evento.

Em 2015 a Cia dos Tortos é convidada para participar do evento “Uma Nota Que Elas Notam” no Cenforpe de São Bernardo do Campo. Neste ano o Circo Paratodos sai da Funarte São Paulo e o E.E.P. é realizado em diferentes espaços como Museu da Língua Portuguesa, Ocupação Artística Casa Amarela, Galpão do Folias, participação no CinUSP/CircUSP até firmar a parceria com o Centro de Memória do Circo em São Paulo. É realizado o “Palhapalooza 2015” onde Pedro Fontana foi produtor e mestre de cerimônia do evento. O solo “Sizu, o Bárbaro” é apresentado no E.E.P. realizado no Centro de Memória do Circo (São Paulo - SP); também é convidado para apresentar no evento em homenagem ao Palhaço Estremelique no Museu de Santo André (Santo André - SP); apresentação na Mostra de Palhaços com Leris Colombaioni e no Casaré - Cabaré do Casarão de Barão Geraldo (Campinas – SP). O espetáculo “Quem Não Tem Lona Pede Carona” faz duas apresentações no Festival de Curitiba/Mostra Fringe 2015; apresentação na 67ª Reunião Anual da SBPC - Cultural (São Carlos – SP); temporada com quatro apresentações no Parque Raphael Lazzuri fazendo parte das Ocupações artísticas dos parques públicos de São Bernardo (São Bernardo do Campo – SP); quatro apresentações no Largo da Batata parte da Ocupação Artística Largo da Batata (São Paulo – SP). Neste ano também é concebido o segundo espetáculo dos Tortos que foi batizado de “Mandrake”. Teve sua estreia nas Ocupações artísticas dos parques públicos de São Bernardo (São Bernardo do Campo – SP) fazendo três sessões no mesmo dia; seis apresentações no Parque do Povo (São Paulo – SP) variando entre diversos finais de semana e duas apresentações na Praça Ana Maria Poppovic (São Paulo – SP).

No ano de 2016 o espetáculo “Quem Não Tem Lona Pede Carona” é apresentado no 12º Festar – Festival de Teatro de Bernardino de Campos (Bernardino de Campos – SP) e apresentado no SESC São José dos Campos (São José dos Campos – SP). O espetáculo “Mandrake” é apresentado no Rio das Artes 2016 – SESC Piracicaba; três apresentações no 2º Festival de Palhaços de Rua (São Bernardo do Campo – SP); nove apresentações no Parque Raphael Lazzuri pela Ocupações artísticas dos parques públicos de São Bernardo (São Bernardo do Campo – SP). O solo “Sizu, o Bárbaro” apresenta na VII Mostra de Solos - Galpão 101 (São Paulo – SP); duas apresentações no 17º Salão do Humor de Americana (Americana – SP) e apresenta na Mostra de Solo do Centro Livre de Artes Cênicas (São Bernardo do Campo, SP). No segundo semestre a Cia dos Tortos se desliga do E.E.P. Neste ano a Cia dos Tortos realiza uma parceria com a Conforto & Cia formando o Coletivo Miolo. Desta parceria surge o espetáculo “O Grande Rabbit” que tem sua pré-estreia no Shopping Penha (São Paulo – SP); faz sua estreia no SESC Campo Limpo (São Paulo – SP) realizando duas apresentações. Também neste ano a Cia dos Tortos é selecionada para o Programa de Qualificação em Dança da Poiesis do estado de São Paulo onde criou o espetáculo “Toda Futilidade” de dança-teatro e apresentou na Mostra de Dança de Caraguatatuba (Caraguatatuba – SP) e fez uma apresentação no Centro Livre de Artes Cênicas – CLAC (São Bernardo do Campo – SP).

Em 2017 o espetáculo “Mandrake” faz uma apresentação no 5º Festival de Inverno Teatro de Garagem Fuscalhaço (São Bento do Sapucaí - SP); apresentação no Teatro Lauro Gomes pela 3ª Mostra de Teatro Santo de Casa (São Bernardo do Campo – SP); apresentação no 2º Festival Culturarte do Jaqueline (São Paulo – SP); apresentação Especial Para Crianças – Pinacoteca de São Bernardo do Campo (São Bernardo do Campo – SP). O solo “Sizu, o Bárbaro” fez apresentação na I Feira de Artes Cênicas no Teatro Lauro Gomes (São Bernardo do Campo, SP); convidado para fazer a apresentação de encerramento do VIII Monofest – Festival de Monólogos de São João da Boa Vista e Região no Theatro Municipal (São João da Boa Vista – SP); apresentação na Mostra Infantil Peteca (São Bernardo do Campo – SP); convidado para apresentar para os alunos de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Londrina (Londrina – PR); apresentação no espaço independente Vila Triolé Cultural (Londrina – PR); apresentação no Espaço Cultural Circo do Asfalto (Santo André -SP). O espetáculo “Quem Não Tem Lona Pede Carona” fez duas apresentações no AMAS Jabaquara - Associação Metodista de Ação Social (São Paulo - SP); dez apresentações pelo Circuito Municipal de Cultura (São Paulo – SP) passando pela Casa de Cultura Campo Limpo, Casa de Cultura Butantã, Casa de Cultura M´Boi Mirim, Casa de Cultura São Mateus, Biblioteca Erico Verissimo, Casa de Cultura Santo Amaro, Casa de Cultura Itaim Paulista, Casa de Cultura Raul Seixas, Casa de Cultura Brasilândia e Casa de Cultura São Rafael. O espetáculo “O Grande Rabbit” fez apresentação no SESC Thermas (Presidente Prudente – SP); spresentação no SESC São José dos Campos (São José dos Campos – SP); apresentação no SESC Taubaté (Taubaté - SP); apresentação no 5º Festival de Inverno Teatro de Garagem Fuscalhaço (São Bento do Sapucaí - SP); duas apresentações no Teatro Alfredo Mesquita pela Mostra Conforto de Repertório (São Paulo – SP); duas apresentações na Maratona Infantil do Museu da Imagem e Som – MIS. Os Tortos são convidades para serem mestra e mestre de cerimônia do “Cabaré Quem Guenta Não Senta” realizado no Espaço Cultural do Circo do Asfalto no festival 2º Palco do Asfalto (Santo André -SP). Neste ano também foi a estreia do espetáculo “Tempos de Circo” com apresentação no Festival Culturarte do Jaqueline (São Paulo – SP). O espetáculo “Toda Futilidade” faz apresentação no Teatro Lauro Gomes pela 3ª Mostra de Teatro Santo de Casa (São Bernardo do Campo – SP).

No ano de 2018 os Tortos foi convidado para apresentar seu número de acrobacia cômica “Almas Gêmeas” na “Gala de Rua” do encontro Laboratório de Palhaças e Palhaços (Brasília – DF). O solo “Sizu, o Bárbaro” fez dez apresentações pelo Circuito Municipal de Cultura (São Paulo – SP) passando pelo Centro de Culturas Negras do Jabaquara, Casa de Cultura Hip Hop Sul, Casa de Cultura M’Boi Mirim, Casa de Cultura Guaianases, Biblioteca Paulo Duarte, Biblioteca Prestes Maia, Casa de Cultura do Campo Limpo, Casa de Cultura São Rafael, Casa de Cultura Hip Hop Leste, Casa de Cultura da Brasilândia; apresentação no Centro Cultural do Grajaú pela Virada Cultural (São Paulo – SP); apresentação no 5º Festival de Circo de Taquaruçu (Palmas – TO). O espetáculo “O Grande Rabbit” fez seis apresentações pelo Circuito Municipal de Cultura (São Paulo – SP) passando pela Casa de Cultura de Guaianases, Casa de Cultura do Itaim Paulista, Casa de Cultura Raul Seixas, Casa de Cultura São Rafael, Centro Cultural do Jabaquara e Casa de Cultura do Tremembé. O espetáculo “Quem Não Tem Lona Pede Carona” fez apresentação na Biblioteca Vila Palmares pelo Aniversário do Município de Santo André (Santo André - SP); foi convidado para fazer parte da programação da reinauguração Anfiteatro Municipal Mario Covas (Bastos, SP). O espetáculo “Mandrake” fez oito apresentações pelo Circuito Municipal de Cultura (São Paulo – SP) passando pela Casa de Cultura Tremembé, Casa de Cultura Guaianases, Casa de Cultura Hip Hop Leste, Casa de Cultura Campo Limpo, Casa de Cultura São Mateus, Casa de Cultura Raul Seixas, Casa de Cultura M´Boi Mirim e Casa de Cultura Santo Amaro; convidades para fazer apresentação na comunidade Nossa Senhora do Carmo (São Paulo/SP) pelo Projeto de Olho no Duto, uma parceria da Transpetro e ESLIPA – Escola Livre de Palhaços do Rio de Janeiro; apresentação na Biblioteca de Paranapiacaba pelo Aniversário do Município de Santo André (Santo André, SP); apresentação na Escola Municipal Brice Francisco Cordeiro pelo 12º Encontro Goiano de Malabares e Circo (Goiânia, GO). Convidades para serem mestra e mestre de cerimônias no “Cabaré nas Escolas” realizado no 12º Encontro Goiano de Malabares e Circo (Goiânia – GO). Neste ano foi a estreia do solo de rua “Ambulante” no 106º Aniversário do Capão Redondo (São Paulo – SP).

Em 2019 Os Tortos são convidades para fazer a TV EuRiso, uma cobertura/intervenção artística transmitida todos os dias do encontro em tempo real pelas redes sociais, no 6º EuRiso – Encontro Internacional de Palhaços (Fernandópolis - SP). Participação no evento “10 anos do Centro Social Maximiliano Kolbe” realizado no Anfiteatro CEU Regina Rocco (São Bernardo do Campo – SP). Participação como número “Sizu, o Maestro” no Cabaré da Utopia pelo Coletivo da Utopia, coletivo formado por grupos de palhaçaria do ABC paulista, realizado no Parque Raphael Lazzuri (São Bernardo do Campo – SP). Participação voluntária com o número “Rock EnRola” no Dia das Crianças na EMEB Prof. Florestan Fernandes organizado pelo MOB - Mobilização Social e Urbana (São Bernardo do Campo – SP). Neste ano inicia a Tortos News, um programa palhacístico jornalistíco exibido nas redes sociais da Cia dos Tortos, realizando a primeira edição de estúdio “Tortos News - 6º Festival de Circo de Taquaruçu”; a cobertura/intervenção artística transmitida todos os dias do 6º Festival de Circo de Taquaruçu (Palmas – TO); a segunda edição de estúdio “Tortos News - 13º Encontro Goiano de Malabares e Circo”. O espetáculo “Tempos de Circo” faz apresentação no Clube Tietê pela Viradinha Cultural (São Paulo – SP); apresentação no 7º Festival de Inverno Teatro de Garagem Fuscalhaço (São Bento do Sapucaí – SP). O solo “Ambulante” faz apresentação no 107º Aniversário do Capão Redondo (São Paulo – SP). O espetáculo “Mandrake” faz dez apresentações pelo Circuito Municipal de Bibliotecas Públicas (São Paulo – SP) passando pela Biblioteca Roberto Santos, Biblioteca Thales de Andrade, Biblioteca Affonso Taunay, Biblioteca Cora Coralina, Biblioteca Belmonte, Biblioteca Menotti del Picchia, Biblioteca Clarice Lispector, Biblioteca Lenyra Fracarolli, Biblioteca Erico Veríssimo e Biblioteca Marcos Rey; apresentação no Parque Raphael Lazzuri pela Ocupações dos parques públicos de São Bernardo (São Bernardo do Campo – SP); apresentação na Casa de Cultura São Rafael (São Paulo – SP). Neste ano é criado o espetáculo “VarieTortos” onde realizou seis apresentações no Parque Raphael Lazzuri pela Ocupações dos parques públicos de São Bernardo (São Bernardo do Campo – SP); três apresentações no Parque Ipiranguinha (Santo André - SP); duas apresentações na Av. Paulista fechada aos domingos (São Paulo - SP).

No ano de 2020 o espetáculo “Mandrake” fez apresentação na EMEB Mariana Neves Interliche (São Bernardo do Campo – SP); apresentação no Centro Cultural da Penha (São Paulo – SP). Os Tortos são convidades para fazer a TV EuRiso, uma cobertura/intervenção artística transmitida todos os dias do encontro em tempo real pelas redes sociais, no 7º EuRiso – Encontro Internacional de Palhaços (Fernandópolis - SP). Também são mestra e mestre de cerimônias na “Roda Cômica” na Praça da Matriz pelo 7º EuRiso – Encontro Internacional de Palhaços (Fernandópolis - SP). A Tortos News, um programa palhacístico jornalistíco exibido nas redes sociais da Cia dos Tortos faz a terceira edição de estúdio “Tortos News - 7º EuRiso”; quarta edição de estúdio “Tortos News – Carnaval Bloco Maria Fuá”; quinta edição de estúdio “Tortos News – Quarentenados". Neste ano é a estreia da mini websérie palhacística “Sizu Sci – Fi" sendo exibido nas redes sociais da Cia dos Tortos a “Parte 1” e “Parte 2” financiados pelo Edital de Emergência da Prefeitura de Santo André. O espetáculo “Tempos de Circo” faz três apresentações no formato online pelo edital “Cultura Online” da Prefeitura de São Paulo contratadas pela Casa de Cultura São Miguel, Casa de Cultura Raul Seixas e pelo Teatro Flávio Império. O espetáculo “VarieTortos” faz duas apresentações no formato online pelo “Projeto Rolé” convidades pelo grupo Triolé (Londrina – PR). Por esse mesmo projeto a Cia dos Tortos ministrou a oficina online “Direção para vídeos curtos de palhaçaria”, de 12 horas de duração, e foi convidada para participar de um bate-papo com o Núcleo de Estudos Cômicos da Universidade Estadual de Londrina. Em parceria com a ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil (PSFB), foi realizado a concepção, direção e atuação de dois vídeos curtos: “As aventuras de Emerson” protagonizado por Pedro Fontana e “La casa de papelão” protagonizada por Paloma Natácia, ambos realizados em formato de vídeo para as redes sociais como parte do projeto "Fronteiras da Cidade”. Além disso os Tortos foram convidados para participar do vídeo "Se estresse não" pelo projeto “Construindo Pontes de Afeto”, uma parceria dos Palhaços Sem Fronteiras Brasil e a Parentings for Lifelong Health (PLH).

Neste ano 2021 o grupo está executando o projeto de “Aprimoramento do espetáculo Quem Não tem Lona Pede Carona” aprovado pela Lei Aldir Blanc em São Bernardo do Campo. Também fez parte da programação do "Encontros Cenopoéticos" realizado pelo grupo Buraco D'Oráculo em formato online com o bate-papo “Mídias e tecnologia para tempos de pandemia” junto com a Trupe da Lona Preta. Os Tortos também estão confirmados com a atração TV EuRiso, fazendo a cobertura completa e online do 8º EuRiso - Encontro Internacional de Palhaços.